12 de abril de 2010

Novidades Esfera do Caos para Abril

A partir de dia 15 vão estar disponíveis as seguintes obras, sob a chancela Esfera do Caos:

Título: A Cirurgia do Prazer
Autor: Miguel Almeida
ISBN: 978-989-680-004-8
Páginas: 192
Sinopse:
"A literatura com conteúdo sexual e erótico faz sentir, mas também pode fazer pensar!

Se a sexualidade e a moralidade, a realidade e a ficção, a descrição e a reflexão, forem exploradas em cada personagem, em cada atmosfera e em cada situação, o resultado pode ser uma viagem sensual, e ao mesmo tempo inspiradora, ao centro da comédia humana. Que dá gosto ler. E que nos convoca para a tarefa do entendimento.
Eis o desafio que Miguel Almeida assumiu com esta obra surpreendente: escrever sobre sexo, citando Nietzsche, interpelando António Quadros e discorrendo sobre o significado de um orgasmo mal comportado.

Diz-se que “em Portugal escrevemos pouco sobre sexo e nem sempre sai grande coisa”. E acrescenta-se: “Não é fácil encontrar na literatura portuguesa bons nacos de prosa ou passagens poéticas com conteúdo sexual, talvez porque as palavras do nosso português não ajudam”. Pois bem, este livro dá uma res­posta estrondosa a estas lamentações. É um exemplo luminoso de boa literatura com conteúdo sexual e eró­tico ― usando a nossa língua: aquela que nos ensinaram na escola primária! Se os bra­sileiros conseguem, há portugueses que também lá chegam…"

Sobre o autor: Miguel Almeida. Nasceu em 1970, numa pequena aldeia do distrito de Viseu. Este é o segundo livro que publica, depois de Um Planeta Ameaçado: A ciência perante o colapso da biosfera (Esfera do Caos, 2006). É licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde também fez o mestrado em Filosofia da Natureza e do Ambiente. Vive na Costa da Caparica, com a mulher, Carla, e com o filho, Gabriel, na proximidade poética da família e do mar.

Título: A Vitória de Aljubarrota
Autor: Vinício de Sousa
ISBN: 978-989-680-003-1
Páginas: 312
Sinopse:
"O CONTEXTO, OS PROTAGONISTAS E OS SEGREDOS DA BATALHA QUE CONSOLIDOU A INDEPENDÊNCIA DE PORTUGAL

Em Aljubarrota, Portugal sublimou-se!

Muito se tem escrito e publicado sobre esta batalha decisiva. Com este livro, contudo, confrontamo-nos com uma visão simultaneamente compreensiva, que alguém já classificou como telescópica, e original, na medida em que o autor nos oferece: uma explicação detalhada do contexto político, social e militar em que a batalha ocorreu; uma análise perspicaz da psicologia e das moti­vações dos protagonistas; e finalmente, uma tese inovadora sobre o desenrolar da batalha e as razões da vitória portuguesa."

Sobre o autor: Vinício de Sousa. Licenciado em Ciências Militares pela Academia Militar. Coronel do Exército (reformado). Licenciado em Ciências Sociais e Políticas pelo ISCSP. Mestre em Ciência Política pela Universidade Técnica de Lisboa. Doutorado em Teoria Política pela Universidade Nova de Lisboa. Publicou na Esfera do Caos, em Fevereiro de 2010, o livro No Labirinto do Minotauro: Ensaio sobre a Guerra e a Democracia.

Título: Atlas dos Anfíbios e Répteis de Portugal
Autor: Vários
ISBN: 978-989-680-005-5
Páginas: 256
Sinopse:
RIGOR CIENTÍFICO. GRAFISMO ATRAENTE. INFORMAÇÃO EXAUSTIVA.
UMA OBRA DE CONSULTA, MAS TAMBÉM UM GUIA DE CAMPO. UM LIVRO INOVADOR.

"Este atlas de anfíbios e répteis combina, admiravelmente, a atenção rigorosa do cientista com o deleite estético de quem se deixa maravilhar pelas mais simples ou complexas manifestações da Natureza viva.
Lançado no Ano Internacional da Biodiversidade, este livro ficará como um testemunho duradouro da mudança profunda que o respeito pela diversidade biológica exigirá à espécie humana: a consciência da nossa pertença como membros iguais, e não como déspotas tirânicos, no seio da comunidade de todas as criaturas existentes."
Viriato Soromenho-Marques, Professor Catedrático da Universidade de Lisboa

"De entre os problemas ambientais globais do mundo de hoje, avultam as alterações climáticas e a perda de biodiversidade como os mais marcantes e preocupantes.
Enquanto que o primeiro é amplamente reconhecido e alvo de todas as atenções, o segundo é talvez mais discreto. E no entanto, a crise de biodiversidade é porventura mais marcante para nós, seres humanos, por ser mais duradoura e irrecuperável.
Um atlas de anfíbios e répteis como o presente, estabelecendo o retrato das ocorrências de todas as espécies presentes em território nacional, através de um trabalho aturado e sério, é mais do que um passo para desbravar o conhecimento.
O que espero e desejo é que os anfíbios e os répteis subsistam muito tempo no território português, resistindo e ultrapassando pressões e ameaças."
Humberto Rosa, Secretário de Estado do Ambiente, Excertos da Nota de Apresentação

"O fascínio que sinto pelos anfíbios e répteis começou cedo, na minha infância. Rãs e cobras atraíam-me de forma mágica…
Para além dos capítulos sobre biogeografia, fichas de distribuição de anfíbios e répteis (subdivididas em taxonomia e filogeografia, distribuição global, distribuição nacional, e conservação e ameaças), tartarugas marinhas e espécies exóticas, uma lista bibliográfica extensa e abrangente (mais de 1400 referências), apresentados de forma apelativa para os leitores, destaco, neste Atlas, a excelente qualidade dos mapas e a novidade que é a inclusão de um capítulo sobre a história da herpetologia em Portugal."
Rudolf Malkmus, Excertos do Prefácio

Este livro foi publicado com os seguintes apoios:
Fundação Calouste Gulbenkian (Programa Gulbenkian Ambiente), Oceanário de Lisboa, ICNB - Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade, CIBIO - Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto, CBA - Centro de Biologia Ambiental."

Sem comentários: