Mensagens

Dark Matter - Opinião

Imagem
Título: Dark Matter Autor: Blake Crouch Lido no Kobo Sinopse:  "“Are you happy with your life?”

Those are the last words Jason Dessen hears before the masked abductor knocks him unconscious. 
Before he awakens to find himself strapped to a gurney, surrounded by strangers in hazmat suits. 
Before a man Jason’s never met smiles down at him and says, “Welcome back, my friend.” 
In this world he’s woken up to, Jason’s life is not the one he knows. His wife is not his wife. His son was never born. And Jason is not an ordinary college physics professor, but a celebrated genius who has achieved something remarkable. Something impossible.
Is it this world or the other that’s the dream? And even if the home he remembers is real, how can Jason possibly make it back to the family he loves? The answers lie in a journey more wondrous and horrifying than anything he could’ve imagined—one that will force him to confront the darkest parts of himself even as he battles a terrifying, seemingly unbeatable f…

We have always lived in the castle - Opinião

Imagem
Título: We have always lived in the castle
Autor: Shirley Jackson
Editora: Penguin Books
Páginas: 146
Sinopse:
"Taking readers deep into a labyrinth of dark neurosis, We Have Always Lived in the Castle is perhaps the crowning achievement of Shirley Jackson’s brilliant career: a deliciously unsettling novel about a perverse, isolated, and possibly murderous family and the dramatic struggle that ensues when an unexpected visitor interrupts their unusual way of life."
Opinião:
Quase dois meses para ler este livro, mas em minha defesa tive uns dois meses loucos em que não conseguia ter concentração suficiente para ler o que quer que fosse. Mas assim que retomei as leituras, li este livro num ápice! É certo que o livro não é longo, nem chega às 150 páginas, mas a história consegue prender o leitor o suficiente ao manter a minha vontade aguçada. 
Este livro conta a história das irmãs Merricat e Constance Blackwood que vivem praticamente reclusas na sua casa com o tio Julian e com um gato …

Os Números que Venceram os Nomes - Opinião

Imagem
Título: Os Números que Venceram os Nomes
Autor: Samuel Pimenta
Editora: Marcador
Páginas: 172
Sinopse:
"Num futuro distante, comprovada matematicamente a existência de Deus, os homens são obrigados a trocar os seus nomes por números. Ergue-se uma ditadura global, em que todos são controlados e descaracterizados. Uma sociedade de uma única religião, em que os algarismos definem tudo - pessoas, países, ruas, animais -, em detrimento da essência de cada um.

Um Nove Um Seis é um rapaz sozinho, que trabalha num call center, obcecado com o telemóvel - mais um cidadão entre os milhões que levam uma vida programada, sob a vigilância do Estado. Até que, certa noite, um imprevisto encontro com um gato de rua lhe provoca um ataque psicótico, que leva as autoridades a fechá-lo num hospício.

Internado, Um Nove Seis Um partilha o quarto com um velho que lhe fala da resistência ao regime: um grupo de pessoas que se sublevam escrevendo poesia, recolhendo animais vadios e atribuindo-se nomes em vez de n…

O Dia da Mulher em Livros

Sei que tenho andado desaparecida em combate, mas ainda estou viva! E como hoje se celebra o Dia da Mulher, decidi que era uma boa desculpa para vir aqui falar de livros escritos por mulheres. 
Normalmente quando pego num livro, o meu interesse é unicamente pelo tema da narrativa. A história tem de ser algo com potencial de me cativar ou simplesmente de responder às minhas necessidades literárias daquele momento. Posto isto, nunca pego num livro pensando que é escrito por um homem ou por uma mulher. É-me indiferente, estou interessada em histórias boas e cativantes. No entanto, há tão boas escritoras mulheres como há bons escritores homens, mas, por alguma razão, a maioria dos livros que estão nas minhas estantes, lidos ou por ler, e ainda aqueles que quero vir a ler, são maioritariamente de autores masculinos. Será porque há maior publicidade para estes autores? Será que a indústria aposta mais em autores do que em autoras? Será que há algum tipo de descriminação nesse sentido? Sinc…

A Monster Calls - Opinião

Imagem
Título: A Monster Calls
Autor: Patrick Ness
Lido no Kobo
Sinopse:
"At seven minutes past midnight, thirteen-year-old Conor wakes to find a monster outside his bedroom window. But it isn't the monster Conor's been expecting-- he's been expecting the one from his nightmare, the nightmare he's had nearly every night since his mother started her treatments. The monster in his backyard is different. It's ancient. And wild. And it wants something from Conor. Something terrible and dangerous. It wants the truth. From the final idea of award-winning author Siobhan Dowd-- whose premature death from cancer prevented her from writing it herself-- Patrick Ness has spun a haunting and darkly funny novel of mischief, loss, and monsters both real and imagined."
Opinião:
Mais um ano que começa e aqui temos a minha primeira leitura do ano. Depois de um calhamaço como o do Brandon Sanderson, quis começar com uma leitura mais leve a todos os níveis, incluindo no número de páginas…

Leituras de 2018

Aqui fica o post habitual onde vou registando as minhas leituras do ano.

Janeiro

1 - A Monster Calls - Patrick Ness (4/6 - Bom)

Fevereiro

Março

2 - Os Números que Venceram os Nomes - Samuel Pimenta (4/6 - Bom)

Abril

Maio

3 - We Have Always Lived in the Castle - Shirley Jackson (5/6 - Muito Bom)

Junho

Julho

4 - Dark Matter - Blake Crouch (5/6 - Muito Bom)


Words of Radiance - Opinião

Imagem
Título: Words of Radiance (Stormlight Archive #2)
Autor: Brandon Sanderson
Editora: Tor Books
Páginas: 1310
Sinopse:
"The Knights Radiant must stand again. The ancient oaths have at last been spoken; the spren return. Men seek what was lost; I fear the quest will destroy them. It is the nature of the magic. A broken soul has cracks into which something else can be fit. Surgebindings, the powers of creation themselves; they can brace a broken soul, but they can also widen its fissures. The Windrunner is lost in a shattered land, balanced upon the boundary between vengeance and honor. The Lightweaver, slowly being consumed by her past, searches for the lie that she must become. The Bondsmith, born in blood and death, now strives to rebuild what was destroyed. The Explorer, straddling the fates of two peoples, is forced to choose between slow death and a terrible betrayal of all she believes. It is past time for them to awaken, for the Everstorm looms. And the Assassin has arrived."
Opin…