20 de julho de 2010

A Sombra do Vento - Opinião

Título: A Sombra do Vento
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Dom Quixote
Páginas: 507
Sinopse:
"A Sombra do Vento é um mistério literário passado na Barcelona da primeira metade do século XX, desde os últimos esplendores do Modernismo até às trevas do pós-guerra. Um inesquecível relato sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros num crescendo de suspense que se mantém até à última página."

Opinião:

A sensação que tive quando acabei este livro foi que fiz uma autêntica viagem Barcelona adentro, conheci personagens diferentes, cada uma com a sua personalidade e com a sua maneira de ser e que, finda a história, vou sentir saudades deles. Quando se acaba, ainda se fica um pouco hipnotizada por aquelas palavras que lemos.

Este livro tem um bocadinho de tudo: de romance, de fantástico, de mistério, de humor, de história e cada página nos aguça a vontade de folhear a seguinte, e a outra depois, e a depois dessa, sem parar.
A Sombra do Vento conta-nos a história de Daniel Sempere, um rapaz que vive na Barcelona pós Guerra Civil Espanhola e que vai com o seu pai ao Cemitério dos Livros Esquecidos. Lá, escolhe um livro que vai mudar a sua vida e que lhe faz querer saber mais sobre o seu autor: Julián Carax. É então que Daniel parte em busca de informações sobre este autor e porque, subitamente, todos estão interessados nele e neste livro misterioso, esquecido.
Nesta busca, Daniel conhece várias personagens que ou estão ligadas a Julian ou o ajudam na sua procura. A mais deliciosa destas personagens, a mais caricata e que me arrancou risos e sorrisos, foi Fermín. Sempre com resposta para tudo, com as suas pérolas filosóficas e pensamentos sobre a vida, com o seu humor e o seu jeito ao mesmo tempo sábio e desengonçado.

Mas este livro é mais do que uma história em que convergem vários géneros e cuja tensão vai aumentando para atingir o clímax nas páginas finais, quando tudo se desvenda. A escrita de Carlos Ruiz Zafón é magistral. Cada palavra, cada frase, nada é deixado ao acaso. A narrativa envolve-nos completamente nos ambientes que descreve, atraindo-nos para cada recanto de Barcelona, convivendo de perto com cada personagem que nela habita.

É uma história que nos deixa arrebatados de tão apaixonante que é a sua leitura. Um livro de onde inúmeras citações poderiam ser retiradas, de tão rico que é. Uma leitura encantadora e que nos deixa mais ricos por dentro. O ano ainda vai a meio mas é, certamente, um dos melhores livros que li até agora.

6/6 - Excelente

5 comentários:

Jacqueline' disse...

Fiquei com a mesma sensação quando o acabei. É, sem dúvida, um excelente livro :)

tonsdeazul disse...

Gostei imenso deste livro! Achei toda a envolvência da história fascinante! Senti-me mesmo a percorrer as ruas de Barcelona. Quando um dia conhecer esta cidade, penso que não me vou sentir perdida e vou conseguir reconhecer os lugares descritos por Zafón! ;) E por ter gostado tanto não arrisquei ler o segundo livro dele, pois sinto que não iria ser a mesma coisa!

Diana disse...

Concordo contigo. Se um dia for a Barcelona, creio que vou reconhecer os lugares descritos no livro. Zafón faz um trabalho muito bom para nos atrair para aquelas ruas, os bairros, os recantos...

cris disse...

Olá!
tb adorei este livro, mto mto bom!
passa pelo meu blog e dá a tua opinião:
http://otempoentreosmeuslivros.blogspot.com
Boas leituras!

Moura Aveirense disse...

Um livro excelente, ainda aqui falei dele...

É bom partilhar a paixão pelos livros. Saudações, Moura Aveirense