6 de janeiro de 2011

Novidades Quetzal para Janeiro

Título: Corpos Divinos
Autor: Guillermo Cabrera Infante
Sinopse:
"É o livro em que Guillermo Cabrera Infante trabalhou toda a sua vida. E o livro com que mais sonhou. Ao escrevê-lo, porém, transformou um simples «romance» numa «autobiografia velada», uma reconstituição amorosa, trágica e luminosa das suas memórias da revolução cubana – descrevendo os últimos dias do regime de Batista e narrando os primeiros tempos da governação de Fidel Castro."




Título: Se Gostaste da Escola, Vais Adorar o Trabalho
Autor: Irvine Welsh
Sinopse:
"Cinco histórias que assinalam um grandioso regresso aos dias gloriosos de Trainspotting e afins e fazem prova da mestria de Irvine Welsh na narrativa breve – e de que ele continua a ser um dos escritores mais cómicos e obscenos da cena literária britânica."




Título: Catedral
Autor: Raymond Carver
Sinopse:
"Raymond Carver disse que era possível «escrever sobre lugares-comuns», sobre coisas e objectos, usando lugares-comuns, mas também uma linguagem precisa, conferindo, assim a estas coisas – uma cadeira, uma cortina, um garfo, uma pedra, um brinco de mulher – uma força e uma cintilação imensas. Em parte nenhuma é tão evidente esta alquimia como em Catedral."



Título: Um Homem Singular
Autor: christopher Isherwood
Sinopse:
"Celebrado como a obra-prima de Christopher Isherwood, Um Homem Singular conta a história de George Falconer, um professor de meia-idade destroçado pela morte súbita do amante de longa data. Com uma clarividência e um humor extraordinário, Christopher Isherwood mostra a determinação de George em continuar a viver (e não morrer de saudade de Jim), evocando os prazeres inesperados que a vida apesar de tudo reserva, e a capacidade que temos de superar a perda e a alienação. Um Homem Singular foi recentemente adaptado ao cinema, no filme homónimo de Tom Ford."

Título: Os Exércitos
Autor: Evelio Rosero
Sinopse:
"Evelio Rosero (Bogotá, 1958) é um dos grandes escritores colombianos da geração que se seguiu a García Marquez. Estudou Comunicação Social e começou a publicar em 1984. A sua obra tem sido traduzida em muitos idiomas e frequentemente distinguida com galardões literários. Os Exércitos, o primeiro romance de Evelio Rosero publicado em Portugal, obteve o Prémio Nacional de Literatura da Colômbia, o Prémio Independent para a melhor Ficção Estrangeira e o Prémio Tusquets “pela singular elegância a mestria, não isentas de dramatismo, com que o (o autor) aborda um assunto, que por ser habitual não é menos difícil de tratar – a violência arbitrária e irracional."

Sem comentários: