11 de outubro de 2012

The Graveyard Book - Opinião

Título: The Graveyard Book
Autor: Neil Gaiman
Lido no Kobo
Sinopse:
"Nobody Owens, known to his friends as Bod, is a normal boy. He would be completely normal if he didn't live in a sprawling graveyard, being raised and educated by ghosts, with a solitary guardian who belongs to neither the world of the living nor of the dead. There are dangers and adventures in the graveyard for a boy-an ancient Indigo Man beneath the hill, a gateway to a desert leading to an abandoned city of ghouls, the strange and terrible menace of the Sleer. But if Bod leaves the graveyard, then he will come under attack from the man Jack—who has already killed Bod's family... 

Beloved master storyteller Neil Gaiman returns with a luminous new novel for the audience that embraced his New York Times bestselling modern classic Coraline. Magical, terrifying, and filled with breathtaking adventures, the graveyard book is sure to enthrall readers of all ages."

Opinião:

The Graveyard Book conta-nos a história de Nobody Owens: um rapaz cuja família é assassinada, quando ele é bebé, e que encontra refúgio, como que por acaso, num cemitério. Nesse cemitério habitam fantasmas, figuras que se encontram entre este mundo e o próximo, seres bons e outros menos bons. Nobody Owens, ou como toda a gente o chama, Bod, é então acolhido pelos espíritos das pessoas do cemitério e por eles criado e educado, com a condição de que não pode sair de lá. Vemos Bod crescer, a meter-se em sarilhos, a questionar-se sobre ele, sobre o cemitério e a vida fora dele, a fazer amizade com uma menina, Scarlett, com a qual forma uma dupla adorável e as suas relações com os que habitam aquele local.

Posso dizer que adorei este livro do início ao fim. Apesar de estar classificado como um livro para crianças, facilmente encantará adultos, tal como fez a mim. Os cenários inusitados, os mundos fantásticos, as personagens adoráveis, as aventuras em que Bod se mete, o seu crescimento e todos aqueles que fazem parte do seu mundo, fizeram as minhas delícias neste livro. O facto de ser um livro infantil que se passa num cemitério e em que a maior parte das personagens são espíritos de pessoas que já morreram, não tornam a história assustadora. Pelo contrário. Tudo dá a impressão que não há razão para se temer a morte, os fantasmas, os cemitérios e que todos existem para o bem de Bod, ajudando-o e protegendo-o ao longo da sua vida. São, no fundo, os mortos que ajudam a preservar a vida de Bod. Este é um livro belíssimo e recomendo a todos.

Além disso, este foi o primeiro livro que li no Kobo, que adquiri recentemente, e foi uma óptima experiência!

6/6 - Excelente

Sem comentários: