28 de abril de 2013

Romancing Mister Bridgerton - Opinião


Título: Romancing Mister Bridgerton (Bridgertons #4)
Autor: Julia Quinn
Lido no Kobo
Sinopse:
"Penelope Featherington has secretly adored her best friend's brother for... well, it feels like forever. After half a lifetime of watching Colin Bridgerton from afar, she thinks she knows everything about him, until she stumbles across his deepest secret... and fears she doesn't know him at all. 

Colin Bridgerton is tired of being thought nothing but an empty-headed charmer, tired of everyone's preoccupation with the notorious gossip columnist Lady Whistledown, who can't seem to publish an edition without mentioning him in the first paragraph. 

But when Colin returns to London from a trip abroad, he discovers nothing in his life is quite the same, especially Penelope Featherington, the girl haunting his dreams! 
And when he discovers that Penelope has secrets of her own, this elusive bachelor must decide... is she his biggest threat, or his promise of a happy ending?"

Opinião:

Ora bem, por onde é que eu começo... É certo que ainda só li quatro livros desta série, mas já tinha um favorito, o The Duke and I, que é o primeiro livro. Porém, termino esta leitura a pensar "damn!" e sei que acabo de eleger mais um favorito. Este Romancing Mister Bridgerton é muito, mas muito bom.

O foco deste "capítulo" na saga dos Bridgertons é Colin, o terceiro irmão mais velho dos oito. No livro anterior, Colin tem uma pequena aparição, nos degraus de sua casa, juntamente com Anthony e Benedict, e no meio da conversa ele solta qualquer coisa como "Não vou, de certeza, casar com a Penelope Featherington!", enquanto a dita Penelope estava especada à porta. É precisamente este momento que o livro recupera e podemos ver, então, a relação entre Colin e Penelope desenvolver-se e evoluir. Ao mesmo tempo que isto acontece, toda a alta sociedade tenta descobrir a identidade da verdadeira Lady Whistledown, motivados pelo desafio de Lady Danbury, que afirma dar uma quantia em dinheiro a quem descobrir quem é a senhora.

Como podem ver, este livro tem bastante mais coisas, quando comparado com os volumes anteriores. Mas isso acontece porque todas as pontas estão interligadas e tudo afecta a vida de Colin e Penelope. E é tão bonito ver a relação que os dois constróem, quase sem darem por isso! Colin é elegante, charmoso, bonito, sabe sempre dizer as coisas certas, todos o adoram. Penelope conhece Colin e a família Bridgerton há vários anos e sempre foi apaixonada por ele. Porém, Penelope sempre fora a rapariga desajeitada, tímida, vestida sempre da maneira errada, sem atractivos físicos, a tal rapariga que passava despercebida e que nunca ninguém ligou nenhuma. E, agora com vinte e oito anos, é considerada uma "spinster". Mais ou menos traduzido, ficaria qualquer coisa como "aquela que vai ficar para tia". Porém, ela é inteligente, atenta aos pormenores, forte e acaba por dar a volta à cabeça de Colin.

Não vou falar da escrita e do humor e de todo o cenário narrativo, porque acho que, depois de lerem as minhas opiniões dos livros anteriores, já perceberam que adoro. Do que eu mais gostei no livro foi mesmo da relação entre ambos. Apesar de ela ter sido apaixonada por Colin quase desde sempre, é interessante ver a mudança da parte dele. Como os sentimentos mudam, a visão em relação a ela muda, o interesse dele para com ela também muda e ele próprio, às tantas, não sabe o que é que se está a passar. Acho que aqui é um daqueles casos em que o amor esteve sempre ali ao lado mas ele nunca se deu ao trabalho de ver. É tão bonito ver o amor entre eles os dois crescer e a tornar-se sólido. Mais porque as acções dele são tão honráveis, carinhosas e protectoras para com ela, algo que Penelope nunca esperaria na vida. E toda aquela cena final trouxe uma lagrimita ao canto do olho.

Não é um conto de fadas, não é um amor à primeira vista nem uma paixão assolapada. São duas pessoas que, parecendo tão diferentes, acabam por ter tantos pontos em comum e que constroem uma relação e um amor profundo um pelo outro, que os faz querer ser pessoas melhores e protegerem-se mutuamente. Foi isto que me encantou neste livro. Isto e a história surpreendente da Lady Whistledown, claro está!

5/6 - Muito Bom

(Esta leitura conta para o desafio Mount TBR Reading Challenge)

4 comentários:

addle disse...

Eu ainda só li o primeiro livro desta série, mas adorei. Estou ansiosa para ler todos :)

Diana Marques disse...

Lê! Lê! São tão bons :)

WhiteLady3 disse...

I hate to say but... I told you so!!!! Opá, é tão bom ver alguém gostar da história que eu amo! Sim, porque amo este livro! Amo o Colin, amo a Penelope, amo a Lady Danbury, amo a família BRidgerton, amo a Julia Quinn por ter escrito este livro! <3

Diana Marques disse...

Sim! Tudo e tudo! E tanto win na Lady Danbury :D