Avançar para o conteúdo principal

As leituras - ou a falta delas

(imagem daqui)

Há muito tempo que não passo por aqui. Mais precisamente há 3 meses. E se a coisa até parecia bem lançada no início do ano, com dois livros lidos em dois meses, em Março a coisa alterou-se e estagnou. Comecei a ler o American Gods, do Neil Gaiman, no Kobo. E estava a gostar tanto que comprei a versão em papel. Quando ia quase a metade do livro comecei a ter um emprego das 9h às 17h e isso diminuiu, consideravelmente, a minha disponibilidade mental para ler. Isto porque, se antes passava o dia a trabalhar no doutoramento e depois guardava o resto do tempo para me dedicar aos livros, aos filmes e às séries, agora o tempo livre tem de ser dedicado à tese. Não me martirizei, soube que isso ia acontecer, mas pensei que a leitura de lazer continuasse a ter espaço na minha vida. No entanto, estamos quase em Junho e foram dois meses em que praticamente não li. Ainda tentei começar o Flores, do Afonso Cruz, porque me apetecia ler em português, mas cheguei à conclusão que não era bem aquilo que eu estava à procura, no momento.

Continuo a lembrar-me dos detalhes do American Gods, continuo a querer lê-lo até ao fim, tenho imensa curiosidade quanto à série que já estreou, mas, por algum motivo, não consigo pegar no livro (em qualquer livro, para ser franca), e ler mais do que uma página por dia. Seja cansaço, falta de concentração, ansiedade, sentimento de culpa porque podia estar a fazer algo para a tese e não estou, já lá vão dois meses em que, praticamente, não li. E cada vez que leio reviews, recomendações, que vejo o que as outras pessoas andam a ler, apetece-me ir ler aquilo também! Mas depois tenho o American Gods a olhar para mim de lado e a dizer "eu estava primeiro..." (sim, os livros falam comigo. Ou isso ou já estou a enlouquecer).  Perdi, de certa forma, o hábito de ler nos transportes, porque de manhã vou a ouvir as rubricas da Rádio Comercial (valha-me aquela gente para me pôr de bom humor, de manhã), e ao fim da tarde acabo quase sempre por adormecer no comboio. Os fins de semana acabam por ser a trabalhar na tese ou a tratar de coisas da minha vida pessoal.

Isto não é um post de justificação de nada, mas senti vontade de desabafar. Talvez já alguém tenha passado pela mesma coisa e tenha algumas dicas para me dar. Se assim for, deixem nos comentários se já vos aconteceu, o que fizeram para quebrar este ciclo de "não-leitura", se têm conselhos ou dicas para voltar a entrar no ritmo. Já pensei, também, em pegar num livro de leitura mais "fácil" e rápida, que não exigisse tanto de mim, mas o que me apetece ler não são coisas desse género! Acho que todos já passámos por momentos deste tipo, por motivos vários, mas é como se eu tivesse vontade de ler e depois, quando vou pegar num livro, essa vontade dissipa-se e a concentração foge. Enfim... queria ver se em Junho voltava a ler, mas acho que é melhor nem dizer nada!


Comentários

Carla Barroso disse…
Por acaso até li mais do que estava à espera, neste 2.º semestre. Dei por mim a querer ler contos mas até li alguns livros, ainda que mais curtos ou daqueles "de leitura mais "fácil" e rápida" que se lêem numa assentada. Também não era o que me apetecia mas agarrou-me e deu para ler algo que não fosse sobre museus. :P

Também voltei aos audio-livros, uma vez que algum do meu trabalho acaba por ser uma coisa em que não tenho de pensar muito e dá para seguir a história. Experimentei primeiro com podcasts e quando os meti em dia (entretanto voltei a atrasar-me) passei para os audio-livros.

Mas uma coisa que reparei, e não sei se foi por andar a ler menos críticas e coisas dessas, não tenho vontade nenhuma de ler o que anda a sair, salvo uma ou outra excepção (NIMONA!). E sobretudo não quero comprar nada. Tirando os livros que me ofereci por ter sobrevivido ao semestre, ando agora a tentar ver o que vai estar na Feira do Livro e não há livro que me puxe. Acho que ter estado tão dependente de bibliotecas para a maior parte das leituras do mestrado mudou a minha relação com os livros. :/ A ver como é que a coisa evolui até ao final do ano. :P
Carla Martins disse…
São fases... eu também tenho fases em que leio mais outras menos. É normal! O que me falta é disponibilidade para manter o blog :P e escrever opiniões... Bjs!