21 de março de 2009

Eugénio de Andrade


Neste dia em que se comemora poetas e palavras de poetas, ponho aqui as palavras escritas por um dos meus poetas favoritos: Eugénio de Andrade. A escolha é difícil, porque gosto de praticamente todos os seus poemas, mas este é, definitivamente, dos meus preferidos.

Horas, horas sem fim,
pesadas, fundas,
esperarei por ti

até que todas as coisas sejam mudas.

Até que uma pedra irrompa

e floresça.

Até que um pássaro me saia da garganta

e no silêncio desapareça.



Pequenas curiosidades sobre Eugénio de Andrade:
- Cumpriu o serviço militar com Miguel Torga e Eduardo Lourenço.
- Foi funcionário público durante 35 anos, exercendo as funções de Inspector Administrativo do Ministério da Saúde.
- Entre as obras poéticas que publicou estão As Mãos e os Frutos, As Palavras Interditas, Escrita da Terra e Os Lugares do Lume.
- Também publicou prosa, contando-se obras como Os Afluentes do Silêncio, À Sombra da Memória e histórias infantis como História da Égua Branca e Aquela Nuvem e as Outras.

2 comentários:

Livros e Outras Coisas disse...

Uma bonita escolha, Diana. :)
Também gosto muito da poesia de Eugénio de Andrade.

Diana disse...

Obrigado :)