31 de maio de 2009

Excerto

"Essa pessoa que entregou a sua alma e o seu destino à solidão, não tem fé. Apenas espera. Espera aquele dia ou hora em que possa discutir mais uma vez, com a pessoa ou as pessoas que o levaram àquela situação, tudo o que o obrigou a aceitar a solidão. Prepara-se para tal momento durante dez ou quarenta anos, como se prepara para um duelo. Arruma tudo na sua vida, para depois não dever nada a ninguém, caso seja morto no duelo. E pratica todos os dias, como fazem os esgrimistas profissionais. Com que é que pratica? Com as suas recordações, para que a solidão e o fascínio do tempo não apazigue nada na sua alma e no seu coração."

in, As Velas Ardem Até ao Fim.

Sem comentários: