25 de junho de 2011

"Purgatório" é o último e mais pessoal romance de Tomás Eloy Martínez

A Porto Editora publica, no dia 30 de Junho, Purgatório, o último romance de Tomás Eloy Martínez.
Purgatório é uma odisseia sobre um casal de cartógrafos que sofre, em 1976, as consequências da ditadura militar argentina e que só volta a reencontrar-se passado 30 anos, em New Jersey.
O exílio, o medo da morte e a esperança de encontrar o que se perdeu são peças que movem este maravilhoso romance, por muitos considerado o melhor e mais pessoal livro do escritor e jornalista argentino, falecido em Janeiro de 2010.

Título: Purgatório
Autor: Tomás Eloy Martínez
Páginas: 224
Sinopse:
"No Inverno de 1976, em plena ditadura, Simón Cardoso é detido pelos militares argentinos e nunca mais volta a aparecer. Trinta anos depois, porém, a sua mulher, Emilia Dupuy, fica paralisada ao ouvir a sua voz num restaurante dos arredores de New Jersey. O mundo, que se desmoronara com a tragédia, recupera então a luz. Será possível reaver o tempo perdido?
A partir deste inusitado encontro, Tomás Eloy Martínez enlaça a ansiedade de um amor perdido e recuperado com a reconstrução magistral da irrealidade criada pelo exílio – um exílio que ele próprio conheceu.
Aliando uma linguagem sóbria e uma história tão estranha quanto intensamente real, Purgatório ficará por ventura como a melhor obra de um autor já reconhecido como um clássico pela crítica internacional."

Podem ler as primeiras páginas aqui: http://recursos.portoeditora.pt/recurso?&id=2747794

Sem comentários: