Avançar para o conteúdo principal

Top Ten Tuesday - Top 10 Coisas que gosto/não gosto nas capas de livros


Neste Top Ten Tuesday optei por mencionar cinco coisas que gosto e outras cinco que não gosto nas capas de livros. Achei que era mais interessante e diversificados.

Coisas que gosto

1. Arabescos - Arabescos a fazer de moldura, ou na caligrafia do título do livro, ou até no próprio design da capa que tenha arabescos... Gosto bastante. De repente lembro-me do Habibi e do The Assassin's Curse.

2. Ilustrações - Quando a capa, em vez de ter uma foto, é uma ilustração gráfica. Como por exemplo do livro The Gospel of Loki e as capas da edição portuguesa d'As Crónicas de Gelo e Fogo.

3. Homens de capa e espada - Acho que a esta altura já se tornou um pouco cliché nas capas, principalmente, de livros de fantasia. Mas adoro quando há homens vestidos com capas, daquelas que não lhes conseguimos ver o rosto, e empunhando uma espada. Como o Prince of Thorns ou o The Left Hand of God.

4. Capas em tons escuros - Não necessariamente pretas, mas capas que indiciem o mistério e alguma característica mais obscura que o livro possa ter, captam logo a minha atenção. Por exemplo toda a saga Malazan Book of the Fallen (adoro tooodas as capas!).

5. Motivos Celtas - Quer seja elementos que identificamos como típicos da cultura celta, quer seja referências a lendas ou paisagens que identificamos como celtas, eu adoro tudo. Tudo. Como as capas portuguesas da trilogia Sevenwaters ou o The Eagle and the Raven.

Coisas que não gosto

6. Mulheres e flores - Esta tinha que vir em primeiro. Não percebo esta panca de juntar mulheres e flores na capa quando, muitas das vezes, não tem nada a ver com a história do livro! Aqui está claro que vou mencionar as edições da Nora Roberts e O Segredo de Sophia que, para além do óbvio, a capa não tem nada a ver com a história e pode levar muita gente ao engano.

7. Capas com imagens dos filmes/séries - Prefiro as capas originais do que quando começam a pôr as capas referentes às adaptações para filmes ou séries de televisão. 

8. Mulheres sem cabeça - Mas foram todas à guilhotina? Não percebo muito bem esta tendência de só se mostrar as senhoras do pescoço para baixo, ou de estarem sempre de costas, de forma a não se ver a cara. Exemplos são mais que muitos, maioritariamente no romance histórico, mas ficam aqui os exemplos de Shadows and Strongholds e Secrets of the Tudor Court.

9. Pessoas em pseudo-sofrimento - E digo "pseudo" porque por vezes olho para essas capas e penso "oh god, isto foi tão para a fotografia..." e soa a falso. Ou então o sofrimento para fazer sobressair o heroísmo e a coragem da personagem. Como as capas de Hush, Hush e Torment.

10. Vestidos - Mulheres com vestidos de baile gigantes, cheios de folhos, com corpetes, que ocupam a maior parte da capa do livro. Mas será que o livro é mesmo povoado de mulheres assim? Os vestidos até podem ser bonitos mas... já chateia um bocado. Recordo-me das capas do The Selection e da saga Luxe.

(O Top Ten Tuesday é uma rubrica semanal da autoria do blog The Broke and the Bookish)

Comentários

WhiteLady3 disse…
Quero tanto o Gospel of Loki e o Prince of Thorns! O raio das capas são mesmo giras.

Quanto às mulheres sem cabeça (e isto lembrou-me uma cena da Julia Quinn em que falavam em ser estranho ouvir-se uma coisa parecida fora de contexto xD) acho que se deve a ser mais fácil a leitora vir a identificar-se com a personagem. :/ Mas também não sou fã. Já dos que têm vestidos, adoro! Sobretudo quando têm cores fortes como os livros da Courtney Milan.
Diana Marques disse…
Olha que eu tenho aqui ambos os livros, se os quiseres... *assobia pró ar*

Até faz sentido essa das mulheres sem cabeça... Quanto aos vestidos, os vestidos até são giros, mas a mim chateiam-me. Não sei. Se calhar é inveja xD