Avançar para o conteúdo principal

Os Reinos do Caos - Opinião

Título: Os Reinos do Caos (As Crónicas de Gelo e Fogo #10)
Autor: George R. R. Martin
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 550
Sinopse:

Esta sinopse contém spoilers para quem não leu, ou ainda está a ler, os volumes anteriores. Por isso, deixo-vos aqui o link para a sinopse.

Opinião:

E eis que finalmente termino os livros que saíram até à data destas Crónicas de Gelo e Fogo. Este O Reino dos Caos corresponde à segunda metade do original A Dance With Dragons e eis aqui a minha opinião.

Penso que o facto de eu estar a participar na Bout of Books 11 esta semana, fez com que a minha leitura avançasse mais depressa, caso contrário temo que este fosse mais um livro do Martin cuja leitura se iria prolongar por umas duas semanas. Porquê? Porque, à semelhança dos livros anteriores, a história arrasta-se, e arrasta-se, há demasiadas personagens, a acção é praticamente nula e alguns capítulos parecem mesmo só para encher chouriços. É claro que tudo encaixa e faz sentido, mas torna-se tão aborrecido, que o livro acaba por não captar tanta atenção por parte do leitor.

Há alguns capítulos interessantes que realmente são fáceis de ler porque, mesmo que não haja muita acção, estão focados em determinados pontos de Westeros cuja história se vai adensando e em que prevemos que coisas importantes vão acontecer. Cito os exemplos de Jon, Theon e, mais para o fim, Cersei.  Mas há capítulos em que uma pessoa desespera e que só quer que aquilo passe à frente. No meio de tantas personagens acaba por ser difícil manter-nos interessados em todas, até porque nem todas têm algo de relevante a dizer. Algumas parecem, sim, peças de xadrez que se vão colocando no tabuleiro, em locais estratégicos, para as coisas que poderão acontecer no próximo livro.

Embora em termos de acontecimentos o ritmo seja lento, não posso dizer que não se tenha passado nada do livro. Há altos e baixos, há momentos emocionantes e devastantes (ai o meu coração!...), reviravoltas e há dragões à séria. O livro acaba de uma forma que eu não estava à espera mas de que gostei bastante, e deixa adivinhar grandes acontecimentos no próximo livro. A escrita de Martin é aquela coisa fantástica, de que me farto de falar sempre que opino sobre um livro dele, e é isso que acaba por nos manter agarrados. O Martin é um contador de histórias, atento a cada palavra, a cada pormenor, não deixa nada ao acaso e é isso que o vai safando, digamos assim.

Em suma, é um bom livro. Gostei e estou bastante curiosa para ver o que nos reservam os restantes livros e ver que volta a história vai dar. E parece que o inverno, finalmente, chegou.

4/6 - Bom

(Esta leitura conta para o desafio TBR Pile Reading Challenge)

Comentários

Tita disse…
Sim, neste livro a maioria dos capítulos são chatos e credo revivei tanto os olhos nas parte da Danny. Que seca!
E estou para ver como é que o Martin se vai desenvencilhar das encrencas que tem arranjado ;)
Beijocas
PinkRiver disse…
Ainda não acabei de ler este livro porque o tenho alternado com outros livros pelo caminho. Embora com alguns acontecimentos interessantes e algumas POV que estou a gostar de seguir, como o do Theon, a maioria dos capítulos estão a ser uma grande seca. Isto deixa-me apreensiva em relação aos dois próximos livros que serão supostamente os últimos, mas vamos lá ver como o senhor GRR Martin, vai fazer para ligar as pontas todas da história.