30 de dezembro de 2014

A Game of Thrones - Opinião

Título: A Game of Thrones (A Song of Ice and Fire #1)
Autor: George R. R. Martin
Editora: Bantam Books
Páginas: 835
Sinopse:
"In a land where summers can last decades and winters a lifetime, trouble is brewing. The cold is returning, and in the frozen wastes of the north of Winterfell, sinister and supernatural forces are massing beyond the kingdom's protective Wall. At the center of the conflict lie the Starks of Winterfell, a family as harsh and unyielding as the land they were born to. Sweeping from a land of brutal cold to a distant summertime kingdom of epicurean plenty, here is a tale of lords and ladies, soldiers and sorcerers, assassins and bastards, who come together in a time of grim omens. Amid plots and counterplots, tragedy and betrayal, victory and terror, the fate of the Starks, their allies, and their enemies hangs perilously in the balance, as each endeavors to win that deadliest of conflicts: the game of thrones."

Opinião:

E eis que termino o meu ano com a releitura de A Game of Thrones, de George R. R. Martin. A primeira vez que li foi na tradução portuguesa, dividida em dois volumes (A Guerra dos Tronos e A Muralha de Gelo), em Fevereiro de 2011. De notar, também, que li o último livro, também na tradução portuguesa, em Agosto deste ano.

Gostei muito de revisitar o início desta saga, mesmo já sabendo o que iria acontecer. É interessante ler o começo de tudo com os olhos de quem sabe o que se vai passar a seguir, reparar em pequenos detalhes que tinham passado despercebidos anteriormente, frases e momentos que prenunciam eventos futuros que, num primeiro olhar, não nos dizem nada, e de que, posteriormente, não nos lembramos. Adorei voltar a Winterfell com os Starks todos (ha-ha!) e redescobrir algumas das minhas personagens favoritas: Jon Snow, Tyrion Lannister, Daenerys Targaryen. Foi curioso passar por algumas personagens que, neste primeiro volume são detestáveis, mas, mais tarde, se tornaram minhas favoritas também. Gostei bastante de ler em inglês, também. Acho que a tradução para português está muito boa, mas ler no original é sempre diferente, e Martin tem, realmente, um modo de escrever que é descritivo mas não aborrece, que nos permite entrar na cabeça de cada uma das personagens, e de entrar naquele mundo riquíssimo, apesar de vasto, sem nos perdermos.

O que me voltou a agarrar neste livro foi, precisamente, a facilidade que Martin tem de fazer o leitor apegar-se às personagens - para mim o ponto mais forte de toda a saga. Mais ainda do que o cenário, o ambiente, a intrigra propriamente dita e os "plot-twists". Estes livros são livros sobre as pessoas que habitam Westeros, os seus dilemas, os seus problemas, os seus desejos. Todos eles são humanos, no sentido em que não conseguimos descortinar os "bons" e os "maus". Não há uma linha definida, uma vez que na realidade ela também não existe e é isso que Martin, penso eu, quer mostrar. Cada um luta por si, por aquilo que quer, e a realidade não são cavaleiros em armadura brilhante a salvarem donzelas da torre, ou um rei justo e generoso que consegue conservar a paz no reino, para sempre. Como diz Petyr Baelish a Sansa, a dada altura, "Life is not a song". Apesar de ser um mundo fantástico que nos é apresentado, as personagens são reais, como cada um de nós, e é isso que nos faz torcer por elas (ou querer torcer-lhes o pescoço, também). Todos têm o bem e o mal dentro deles, e a vida é feita de escolhas. São essas escolhas que condicionam o resto que acontece e é disso que vive A Game of Thrones e os restantes livros.

Dito isto, penso que acabei bastante bem o ano. Fiz uma releitura de um livro que já tinha gostado muito e que, mais uma vez, me voltou a encher as medidas. Gostei muito de voltar a Westeros e de rever estas personagens no início da trama, com o olhar de quem já sabe o que acontece, mas que acaba por captar outros pormenores que escaparam e que acabaram por tornar a leitura mais rica.

5/6 - Muito Bom

(Esta leitura conta para o desafio TBR Pile Reading Challenge)

3 comentários:

Isaura Pereira disse...

Olá!

Já tenho este livro na minha estante para ler no próximo ano!
Vamos lá ver se me rendo!

Beijinhos e boas leituras!

Diana Marques disse...

Vale muito a pena! É um livro fantástico :)

WhiteLady3 disse...

*concorda com tudo o que é dito*

Acho curioso referires como "pequenos detalhes que tinham passado despercebidos anteriormente, frases e momentos que prenunciam eventos futuros" pois tive a mesma sensação com o Harry Potter e acho que isso mostra o génio dos autores. Como é que eles conseguem criar uma história na cabeça com princípio, meio e fim, e como se esforçam por deitar tudo isso cá para fora em mais de 3 livros. É obra pá!