1 de novembro de 2015

Desabafos

(imagem daqui)

Comecei este blog há seis, quase sete anos. É um cantinho de que gosto muito e que tento cuidar o máximo possível. Gosto de ler e vir aqui partilhar as minhas opiniões com quem lê o blog. Conheci mais pessoas com os mesmos gostos que eu, conheci outros blogs, fiz amizades, participei em desafios, em maratonas, em leituras conjuntas e entrei nessa aventura que é o Só Ler Não Basta. Gosto muito disto tudo, e gostava de ter mais tempo para me dedicar às leituras e ao blog. 

Como tenho vindo a dizer desde o ano passado, o meu tempo para leituras de lazer diminuiu. Ora não tenho tempo, ora tenho tempo mas não tenho cabeça, ora tenho tempo e cabeça mas não sei o que hei de  ler... Não tem sido fácil encontrar um meio termo em que consiga conjugar a minha vida académica com as leituras de lazer. Até porque já passo bastante tempo a ler para a minha investigação, para trabalhos, artigos, conferências, etc. Confesso que, por vezes, me sinto assoberbada com a quantidade de livros que tenho para ler e que quero ler, seja em formato papel ou digital. Parece que me falta tempo  e cabeça para tudo. Às vezes parece que não tenho espaço para mais nada, apesar do vazio que a falta da leitura me deixa.

Apetece-me voltar ao básico. Entrar na livraria e pedir-lhe que me surpreenda com um livro novo que me suscite curiosidade para ler. Pedir uma recomendação a um amigo e ir comprar o livro, ou pedir-lho emprestado, e não pensar nos outros trezentos livros que estou a deixar para trás. Ler ao ritmo do que vou comprando. Apetece-me pegar num calhamaço com 600 páginas e demorar dois meses a lê-lo, se for preciso. Ás vezes apetece-me fechar a janela da internet e não saber de novidades, nem ler aquele artigo sobre um livro fantástico que tenho mesmo que ler. Apetece-me que não haja mais trilogias e sagas. Apetece-me ler só autores portugueses, só livros escritos por mulheres. Apetece-me ler só fantasia, ou só romances históricos. Apetece-me só ler em papel e comprar todos os livros que quero ler. Apetece-me reler livros que adorei, de que tenho saudades. Apetece-me participar em mais tertúlias, mas também me apetece virar eremita - ir para o cimo de um monte, só com os livros e o tempo. Apetece-me não ler. 

Não sei bem o que isto tudo quer dizer, ao certo, mas sei que sinto a necessidade de uma mudança. Não sei que mudança nem quando vai acontecer. Mas sei que tenho de organizar ideias, simplificar. Entre aquilo que tenho de ler e aquilo que me apetece ler, as coisas têm andado um pouco baralhadas na minha cabeça, e às tantas aquilo que quero ler por prazer sinto-o como obrigação.

E apesar de não saber bem ainda que mudanças tenho de fazer e por onde começar, senti a necessidade de escrever este texto. Partilhar convosco não só leituras mas também esta tempestade que anda na minha cabeça e que me inquieta. Não têm sido umas semanas fáceis, mas vamos ver onde isto me leva. 

2 comentários:

WhiteLady3 disse...

Não sou só eu! Desde que mudei de local de trabalho em 2012 e sobretudo desde que assumi outro tipo de responsabilidades no trabalho que a minha relação com os livros, ou melhor com tudo quanto é hobbie, mudou. E o parvo é que me sinto culpada, sobretudo porque parece que deixei de ter vida, quando ela apenas sofreu um certo desvio.

A verdade é que não dá para responder a tudo, estar a par de tudo. Por isso olha, vou mudar e começar por apagar tudo o que me está a roubar tempo por me sentir pressionada a acompanhar.

Tenho um monte de blogs no meu Feedly sobre livros e leituras porque como tinha um era bom andar informada, e o mesmo com filmes e séries. Na verdade já nem leio tudo, por isso é apagar.

Também já desisti de me forçar a ter um blog. Não consigo escrever, não sai nada.

E pronto, a minha mudança vai começar por aí. Tentar cortar no que não interessa.

Diana Marques disse...

Pois! Eu comecei a assumir mais responsabilidades na faculdade, a estar envolvida em mais do que um projecto de investigação, leituras para a tese, para trabalhos, para artigos, organização de coisas... Tudo coisas que gosto de fazer e que estou feliz por fazê-las, mas depois apetece ter assim duas semanas sem nada que fazer: só ler. *Abraça*

Quanto a mudanças, já fui ao Goodreads apagar uns quantos livros que, para mim, já não tinham interesse, ou que adicionei por impulso. Também tenho que dar uma volta aos blogs, porque cada vez que abro o Inoreader e vejo que tenho uma enormidade de posts para ler, a minha vontade é fechá-lo a seguir ou fazer "mark all as read" :P

Quanto ao blog, eu por enquanto ainda consigo escrever e gosto de o fazer quando acabo uma leitura. A dificuldade está mesmo em concretizar a parte da leitura... Mas acho que vou limpá-lo de desafios e metas e coisas desse género. Quero simplificar a minha vida e as minhas leituras, para não me sentir tão assoberbada.