24 de janeiro de 2016

Dune - Opinião

Título: Dune
Autor: Frank Herbert
Editora: Ace Books
Páginas: 883
Sinopse:
"Set in the far future amidst a sprawling feudal interstellar empire where planetary dynasties are controlled by noble houses that owe an allegiance to the imperial House Corrino, Dune tells the story of young Paul Atreides (the heir apparent to Duke Leto Atreides and heir of House Atreides) as he and his family accept control of the desert planet Arrakis, the only source of the 'spice' melange, the most important and valuable substance in the cosmos. The story explores the complex, multi-layered interactions of politics, religion, ecology, technology, and human emotion as the forces of the empire confront each other for control of Arrakis.


Published in 1965, it won the Hugo Award in 1966 and the inaugural Nebula Award for Best Novel. Dune is frequently cited as the world's best-selling sf novel."

Opinião

Este Duna é um livro importantíssimo no género da ficção científica, considerado por muitos a obra-prima do género. Publicado em 1965 este livro continua actual, com temáticas que ainda hoje se discutem, com uma narrativa e um discurso que não parecem ultrapassados. Ao ler este livro é inevitável estabelecermos comparações com outras obras, literárias e cinematográficas, que Duna acabou por influenciar (estou a olhar para ti, Star Wars). Foi, ainda, a primeira obra a ganhar o prémio Nebula para melhor livro do ano.

O nome do livro, Duna, refere-se ao nome do planeta onde se passa toda a história, que é mais vulgarmente conhecido por Arrakis. Arrakis é um deserto, uma paisagem árida e inóspita, onde a água é um bem maior, tal como uma especiaria misteriosa que é a base de todas as relações económicas, políticas e sociais do planeta. Esta especiaria, a melange, tem propriedades especiais, como potenciar os poderes mentais de quem a toma, bem como aumentar o período de vida de uma pessoa. Contudo é, também, viciante. Arrakis organiza-se segundo um sistema feudal, onde temos um imperador, várias casas nobres, uma elite militar e os restantes cidadãos, na base da pirâmide. As duas casas mais importantes e sobre as quais gira esta história são os Harkonnen e os Atreides. Temos ainda os Fremen, os nativos de Arrakis, que vivem no deserto e à margem da sociedade, com costumes e uma forma de viver e de se apresentarem estranha: vestem-se com uns fatos especiais que armazenam toda a água que desperdiçam através do calor, para que a possam reutilizar, e a água é o bem mais valioso que possuem, uma vez que, aparentemente, ela não existe em Arrakis. Existe também as Bene Gesserit, uma força religiosa mas também política, com poderes físicos e mentais extraordinários, quase mágicos, constituída por mulheres.

Posto isto, a história envolve uma conspiração política da parte dos Harkonnen para derrubar o poder dos Atreides em Arrakis, de preferência matando o Duke Leto, a sua mulher Jessica e o filho de ambos, Paul. Para estes, o planeta é um lugar estranho, desolador, e à medida que se vão adaptando ao lugar e à sua gente, têm que lidar com esta teia de intriga, conspirações e desconfianças. Estes são os aspectos essenciais da história, para não spoilar ninguém. 

Confesso que, ao início, tive algum receio deste livro: por um lado, o tamanho (a minha edição, em inglês, tem 800 páginas) e, por outro, todo um novo mundo ao qual eu própria me teria de adaptar, com conceitos próprios, terminologia específica, especialmente nas primeiras páginas, que foram as que me custaram mais. Mas depois de decorarmos as personagens e de percebermos a dinâmica de tudo, a história começa a fluir. Tendo lido em inglês, tratando-se de uma obra de ficção científica, com terminologia própria, não encontrei dificuldades no discurso. Claro que, no início, tive que me acostumar com algumas coisas específicas daquele mundo, mas a história está muito bem contada, o discurso é envolvente e sentimo-nos nas cabeças de cada personagem. Este é, aliás, um dos pontos fortes: o acesso aos pensamentos e aos sentimentos das personagens, que revelam motivos escondidos, uma sapiência para lá do óbvio e a expansão da consciência para assimilar mais conhecimento. Foi dos aspectos, aliás, que mais me fascinou, a expansão da consciência, as visões, os transes, a aura quase mágica que envolve algumas personagens e momentos da história. A construção de uma lenda, de um mito, de um líder religioso que é, praticamente, um deus, e a sua consciência de que isso está a acontecer.

Este livro tem muita coisa que se lhe diga. É um mundo complexo, muito rico, com muitas dinâmicas e muita coisa a acontecer. Trata algumas temáticas que, ainda hoje, se impõem, como a ecologia e o ambientalismo. Temos, ainda, um império em declínio, um herói e a sua construção enquanto tal, bem como influências do Budismo e do Taoísmo, tão em voga nos anos 60 e que influenciaram muitos outros escritores. O uso da especiaria, melange, relembra ainda as drogas alucinogénicas, também muito recorrentes no dito período, e as suas alucinações que potenciavam altas formas de consciência. Quanto às personagens, gostei particularmente de Paul e de Jessica, da forma como se adaptam a uma nova vida, de como as suas vidas dão uma volta tremenda, de como assumem os seus verdadeiros potenciais apesar de todos os contratempos.

Este livro é, de facto, fascinante e uma verdadeira viagem a outro mundo que é riquíssimo e com uma história complexa e intrigante, cujas temáticas ramificam para tantas outras coisas. No final do livro temos vários apêndices que explicam algumas coisas sobre Arrakis e o seu funcionamento, a sua história e a sua população, para além de um glossário com todos os termos próprios utilizados. Recomendo vivamente este Duna a todos os que gostam de ficção científica. É um livro cativante e completamente imersivo que leva o leitor numa viagem que nunca mais irá esquecer. Apesar de já ter sido escrito à cinquenta anos continua relevante na literatura do género e a sua qualidade e valor são inegáveis. Gostei bastante e não poderia ter começado melhor o meu ano literário.

5/6 - Muito Bom

(Esta leitura conta para o desafio Mount TBR Reading Challenge 2016)

1 comentário:

Mk Designer e Layouts disse...

Olá estou passando para divulgar o meu trabalho como Designer de blogs... Faço layouts para blogger, estou com uma otima promoção no meu pacote master, me manda um email que te passo o preço kguimaresramos@gmail.com

https://www.facebook.com/designerlayoutmk

Bjkss
Ká