29 de maio de 2011

Michael Connelly integra colecção Alta Tensão com "O Veredicto"

A Porto Editora publica, no dia 2 de Junho, um novo livro da colecção Alta Tensão: O Veredicto, de Michael Connelly. O Veredicto é um thriller jurídico, um policial negro onde os fins justificam os meios. Capturando a essência de Los Angeles, o autor apresenta-nos personagens fortes, com destaque para Michael Haller e Harry Bosch, as duas personagens principais.
Antes de se tornar escritor, Michael Connelly trabalhou como jornalista policial do Los Angeles Times, onde adquiriu conhecimentos na área da investigação criminal. No início dos anos 90 publicou o seu primeiro romance, Black Echo, com o qual recebeu o prestigiado Edgar Allan Poe Award para primeiro romance. A partir daí dedicou-se em exclusivo à literatura e foi agraciado com novos prémios, como o Anthony Award para Melhor Romance de Mistério, e, em 2003, foi eleito presidente da associação Mistery Writers of America, cargo outrora ocupado por Raymond Chandler.

Título: O Veredicto
Autor: Michael Connelly
Páginas: 416
Sinopse:
"Toda a gente mente. Os polícias mentem. Os advogados mentem. As testemunhas mentem. As vítimas mentem. Um julgamento é um concurso de mentiras.
Após um interregno de dois anos, Michael Haller regressa à barra dos tribunais. O seu colega Jerry Vincent foi assassinado e Haller herda o seu maior caso de sempre: a defesa de um famoso produtor de Hollywood, acusado de ter matado a mulher e o amante desta.
Enquanto se prepara para o julgamento que o poderá levar à ribalta, Haller descobre que o assassino de Vincent está agora no seu encalço.
É então que surge Harry Bosch, um detective da polícia disposto a tudo para resolver o caso de Vincent, e que não hesita em usar Haller como isco. À medida que o perigo aumenta, estes dois lobos solitários rapidamente percebem que a única saída é trabalharem em equipa.
O Veredicto foi considerado pela crítica internacional um dos romances mais marcantes de Michael Connelly, um dos maiores mestres de thrillers jurídicos da actualidade."

Primeiras páginas aqui: http://recursos.portoeditora.pt/recurso?&id=2744538

Sem comentários: