14 de julho de 2011

Booking Through Thursday - Biografias

Há tantas biografias de treta... Preferias ler uma biografia mal escrita de uma vida fascinante, OU uma biografia magistralmente bem escrita, de leitura maravilhosa, mas de uma vida não tão interessante assim?

Já li algumas biografias e, por acaso, tive sorte porque todas estavam bem escritas. Contudo, quando pego numa biografia para ler, normalmente faço-o porque é sobre alguém que admiro, porque a acho interessante. Contudo, saber se uma biografia está bem escrita ou não, acho que é sempre uma incógnita, tal como quando compramos um livro de ficção qualquer de um autor que não conhecemos. Se a vida da pessoa em questão é interessante, ou não, também é relativo. O que eu posso achar interessante, pode não o ser para outra pessoa, e vice-versa.
O que eu gosto é de livros bem escritos e, no caso das biografias, que não floreiem muito os acontecimentos mas sim, que narrem aquilo que realmente se passou na vida de um artista. Se for auto-biografia acho que ainda tem mais interesse porque temos um olhar ainda mais pessoal sobre a vida de alguém, e podemos perceber melhor o que essa pessoa viveu e sentiu.
Para os curiosos, aqui fica a (curta) lista das biografias que já li:

Dirty Blonde: The Diaries of Courtney Love
The Heroin Diaries: A Year in the Life of a Shattered Rock Star - Nikki Sixx
Touching From a Distance - Deborah Curtis
Frida: A Biography of Frida Khalo - Hayden Herrera

1 comentário:

Laura disse...

Eu nunca li nenhuma biografia e sinceramente não sei o que será melhor. Mas talvez seja preferível uma biografia bem escrita. À partida será capaz de suprir uma vida "desinteressante", especialmente se estivermos a ler sobre alguém que gostamos.